Tecnologia do Blogger.

24/09/2013

RESENHA - Zumbi: o terrível ataque das rãs do Nepal (André Vianco)

Ficha técnica:
Referência bibliográfica: VIANCO, André. Zumbi: o terrível ataque das rãs do Nepal. Rio de Janeiro, Rocco Pequenos Leitores, 2013. 1ª edição, 47 páginas. Ilustrações: Santtos. Série: Meus queridos monstrinhos.
Gênero: Infantil, terror.
Temas: zumbis, escola.
Categoria: Literatura nacional.
Ano de lançamento: 2013.










“Ser zumbi era horrível! A minha pele estava verde e meus olhos arregalados. Meus dentes pareciam que iam cair da boca e rolar pelo chão. O pior era o cheiro, melhor dizendo, o fedor. Era uma mistura de bafo de cachorro velho com peixe estregado. Enfiei dois tufos de algodão no nariz para não ficar enjoado.
Será que zumbis podiam tomar banho? Logo eu iria descobrir, porque fedendo daquele jeito era melhor nem existir.”
*Zumbi: o terrível ataque das rãs do Nepal. Página 27.


                Pedro é um garoto comum de oito anos, que gosta de brincar com os amigos, jogar vídeo game e é apaixonado por Bia, a garota mais bonita da escola. O fato de eles serem namorados é um segredo secretíssimo até para ela! E como todo garoto comum de oito anos, detesta ter que acordar cedo e todas as manhãs é obrigado pela mãe a sair da cama de onde se levanta como um zumbi, tamanho o sono. Mas é justamente em uma manhã também comum na escola que um acidente com os experimentos com as rãs do Nepal acaba por transformar todo mundo, inclusive o Pedro, em... zumbis!!!! Agora o pequeno garotinho ira viver muitas emoções e perigos tentando encontrar um jeito de fazer tudo voltar ao normal, proteger a Bia e ainda encontrar seus pais. Será uma aventura emocionante e horripilante para um ex-garoto comum e agora garoto-zumbi de oito anos.
                O livro “Zumbis: o terrível ataque das rãs do Nepal” é o primeiro da série intitulada Meus queridos monstrinhos e marca a estreia de +André Vianco como contador de histórias infantis. Consagrado autor de histórias de terror, Vianco mostra com esse livro que também tem talento para “criar mundos” para as crianças.  E mostra que histórias de terror também podem divertir a criançada. A história é narrada em primeira pessoa, dando voz ao garotinho Pedro. É através da percepção dele, dos sentimentos e dos medos dele que a trama se desenvolve. Aliada às palavras, as ilustrações, de autoria do ilustrador Santtos, são elementos igualmente fundamentais para desenvolver a trama.  As imagens dialogam perfeitamente com o texto de modo a tornar possível ver nas expressões dos personagens humanos (e zumbis) a exata transcrição do que é narrado em palavras. Uma diversão à parte é observar as expressões das várias rãzinhas presentes na capa e ao longo das páginas. Cada uma exibe personalidades e atitudes diferentes podendo ser comparadas aos divertidos minions do filme “Meu malvado favorito”. A obra “Zumbi: o terrível ataque das rãs do Nepal” é o fruto – divertido e assustador na medida certa – da união entre a imaginação e a capacidade de contar histórias de André Vianco e a criatividade e a habilidade gráfica de Santtos, reavivando uma parceria de sucesso iniciada com a graphic novel “O turno da noite – Escuridão eterna”.
De leitura fácil e agradável, o terror vem na dose exata para aguçar a curiosidade dos pequenos sem causa-lhes medo. É fácil imaginar um garotinho ou uma garotinha sentada de perninhas cruzadas com o livro entre as mãos lendo em voz alta as aventuras de Pedro. Ou um pequeno ainda não iniciado na arte da leitura arregalando os olhinhos ao ouvir as palavras do protagonista sendo pronunciadas pelos pais, avós, tios ou irmãos mais velhos. É também uma obra divertida para quem já não é mais criança ou não tem uma por perto mas que, mesmo marmanjo, gosta de ler pelo simples prazer de ler.
                 


Bibliografia de +André Vianco (ordem cronológica):


Livros:
  • Os Sete – publicação independente (2000); republicado pela Novo Século (1999);
  • O Senhor da Chuva – Novo Século (2001);
  • Sétimo – Novo Século (2002);
  • A casa – Novo Século (2002);
  • Bento – Novo Século (2003); relançado e renomeado como “O Vampiro-Rei 1: Bento” pela Novo Século (2011);
  • Sementes no gelo – Novo Século (2005);
  • O Vampiro-rei – Vol. 1 – Novo Século (2005); relançado e renomeado como O Vampiro-Rei 2: A bruxa Terezapela Novo Século (2011);
  • O Vampiro-rei – Vol.2 – Novo Século (2005); relançado e renomeado como O Vampiro-Rei 3: Cantarzopela Novo Século (2011);
  • O Turno da Noite – Vol. 1: Os filhos de Sétimo – Novo Século (2006);
  • O Turno da Noite – Vol. 2: Revelações – Novo Século (2006);
  • O Turno da Noite – Vol. 3: O livro de Jó – Novo Século (2007);
  • O Turno da Noite – Volume Único – Novo Século (2008);
  • O caminho do Poço das Lágrimas – Novo Século (2008);
  • O caso Laura – Rocco (2011);
  • Crônicas do fim do mundo: A Noite Maldita – Novo Século (2013);
  • Zumbi: o terrível ataque das rãs do Nepal (Série Meus Queridos Monstrinhos) – Rocco Pequenos Leitores (2013).


Grafic Novels:
  • Vampiros do Rio Douro – Vol. 1 – Novo Século (2007);
  • Vampiros do Rio Douro – Vol.2 – Novo Século (2007);
  • O Turno da Noite – Escuridão Eterna – Novo Século (2012).


Participações:
  • Amor Vampiro – participação com o conto “A canção de Maria”, Giz Editorial (2009);
  • Geração Subzero – participação com o conto “A canção de Maria”, Editora Record (2012).


Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. Mais uma resenha da obra do Mestre Vianco!!!! E essa é especial porque trata-se do primeiro livro infantil dele!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Um novo foco, uma nova meta e como sempre um trabalho fantástico.
    Parabéns pela Resenha Helkem ^^

    ResponderExcluir
  3. Aww que coisa mais fofa hahaha'
    Adorei essa proposta do Vianco, e vindo dele com certeza é um ótimo livro, apesar de infantil, já quero ler.

    Beijos,
    paixaoliteraria.com

    ResponderExcluir
  4. Eu já tinha lido que ele ia lançar algo do genero, mas não tinah visto o resultaod ainda!
    André Vianco é maravilhoso!
    Li uma entrevista dele, e me apaixzonei, muito bom, quero ler as obras o mais breve possível!

    SEu blog é lindo! seguindo!
    beijos
    tamigarotaindecisa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá Ariádne Tamires! Ele é muito bom mesmo. Vale a pena ler as obras dele. Obrigado pelo elogio. Estou seguindo de volta.

    Beijos ;)

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário!