Tecnologia do Blogger.

31/08/2016

Lançamentos da Draco na Bienal SP 2016

Olá leitores!

A Editora Draco está na 24ª Bienal e traz novidades para vocês! Vamos conferir!



Metrópole – Despertar, de Melissa de Sá, é uma distopia que culmina em uma trama de violência, poeira e perseguições em que nada é o que parece. Tensão, suspense e romance estarão presentes para aqueles que ousarem ler nas entrelinhas.


Saiba mais sobre a obra
Adicione ao Skoob

Jornada para Far Lands é uma aventura não oficial de Minecraft por Karen Alvares. Uma história bem contada por quem adora games e vai levar os fãs por uma viagem inesquecível 

Saiba mais sobre a obra
Adicione ao Skoob

Dinossauros é uma antologia de ficção científica organizada por Gerson Lodi-Ribeiro em que ele participa com contos ao lado de Sid Castro, Bruno Anselmi Matangrano, J. M. Beraldo, Nuno Almeida, Roberta Spindler, Cirilo S. Lemos, J. R. R. Santos, Priscila Barone, Felix Alba, Rodrigo van Kampen, A. Z. Cordenonsi, Simone Saueressig, Flávio Medeiros Jr. e Antonio Luiz M. C. Costa.


Saiba mais sobre a obra
Adicione ao Skoob

A Rainha Sombria é uma divertida aventura de Vivianne Fair, autora da série A Caçadora. Quando a definição do que é ser bom ou mau está em jogo, Jade descobrirá coisas sobre a Rainha Sombria que ninguém mais sabe.

Saiba mais sobre a obra
Adicione ao Skoob

Em Dezoito de Escorpião, romance vencedor do Prêmio Argos 2015, Alexey Dodsworth (de O Esplendor) se apropria de fatos científicos reais e os recria, compondo uma trama que se debruça sobre a mais intrigante questão: estamos sós no Universo? Descubra por sua conta e risco.

Saiba mais sobre a obra
Adicione ao Skoob

Nesta coletânea, Mistérios do Mal, Carlos Orsi (Tempos de Fúria e Guerra Justa) conduzirá o leitor por horríveis caminhos traçados pela curiosidade humana.

Saiba mais sobre a obra
Adicione ao Skoob

Com texto de Alex Mir e ilustrações de Alex Genaro, Seres das trevas – histórias de terror conduz o leitor de volta para o tempo em que ficava até tarde no sofá da sala, assistindo a filmes que gelavam a espinha e faziam cada ruído se transformar em uma deliciosa fonte de medo.

Saiba mais sobre a obra
Adicione ao Skoob

O despertar de Cthulhu em Quadrinhos é o horror que não pode ser pronunciado, perca-se em imagens e histórias que não deveriam ter sido concebidas.

Saiba mais sobre a obra
Adicione ao Skoob


Gostaram das novidades? Não esqueçam que a Academia estará na Bienal e aproveitem para ver muitas novidades e nos contar aqui!
Leia Mais ►

30/08/2016

RESENHA – Almakia - Instituto Dul Maojin (Lhaisa Andria)

Lhaisa Andria
Ficha técnica:
Referência bibliográfica: ANDRIA. Lhaisa. Almakia - Instituto Dul'Maojin. 1ª edição. Rio de Janeiro, Lumus (selo da editora Modo), 2016. 300 páginas.
Gênero: Ficção Juvenil, fantasia
Temas: intriga, guerra política, poderes elementares
Categoria: Literatura Nacional
Ano de lançamento: 2016 no Brasil
Série: Almakia – A vilashi e os dragões (Livro 1); Almakia – Além dos Segredos (Livro 2); Almakia – Instituto Dul'Maojin (Livro 3)

“Mudar o futuro daquele que irá ditar o futuro de Almakia”
Almakia – Instituto Dul'Maojin  – Livro 3. (posição 4.326 de 4.579 - Kindle)


A nova missão que se estende para Garo-lin e os Dragões agora têm duas direções: eles precisam encontrar os verdadeiros Dragões – para Kanadi enfrentar o seu oposto – ao mesmo tempo em que precisam entrar no coração de Almakia e convencer os almakins sobre um perigo eminente. As descobertas continuam por meio dos mistérios que as edificações do Instituto Dul’Maojin escondem. Ainda, algo se movimenta Além-Mar, e aos poucos traz para o Domínio verdades que deveriam ser esquecidas. Um pensamento antigo precisa ser retomado e renovado, para que o futuro de Almakia possa existir.
Caros leitores, primeiramente, se vocês não leram o primeiro livro, “Almakia – A vilashi e os dragões”, sugiro que não leiam esta resenha, pois pode ser que haja algum spoiler dele. Tendo em vista que o terceiro livro é a continuação da série Almakia. Porém, como imagino que existam alguns leitores curiosos, vou fazer um resumo da história (rsrsrs).
A autora, Lhaisa Andria, criou uma série intitulada Almakia. Nela conhecemos pessoas que possuem capacidades extraordinárias de dominar um dos sete poderes elementares – água, fogo, vento, metal, raio, natureza e luz. Esses poderes são chamados de “almaki”. Normalmente, a pessoas que dominam um desses poderes são consideradas orgulhosas e esnobes.
Em Almakia, que é o domínio dos almaki, existem outras pessoas, que não possuem nenhum poder, denominadas “vilashis”. Este povo se estabeleceu no Vale Interior do domínio. Por não terem poderes, eles eram desprezados pelo restante de Almakia.
Os almakins são enviados para o Instituto de Formação Almaki Dul'Maojin, que é uma escola que os ensina a dominar os poderes elementares. Dentro do instituto, existem os almakins intitulados “Dragões”. Mas, calma! Dragão é apenas um título, e não aquele animal que conhecemos da mitologia. No instituto existem apenas cinco dragões, que são herdeiros das famílias mais poderosas do domínio. Eles são treinados para se tornarem os novos líderes de Almakia.
Contudo, a Garo-lin era uma vilashi que nasceu com o poder do fogo. Por dominar esse elemento, ela foi autorizada a estudar no instituto. Todavia, por ser uma vilashi, ela sempre foi desprezada na escola. A vida dela melhorou um pouco quando chegou uma nova integrante à escola, Kidari, que era uma kodorin, do domínio de Kodo. Por não serem almakins, mas terem nascido com habilidades de manejamento,  elas ficaram amigas. Tudo isso as tornavam “esquisitas” dentro da escola, haja vista que somente os almakins poderiam dominar tais poderes.
A vida delas dentro do instituto mudou quando a Garo defendeu a Kidari dos Dragões. Por ela os ter enfrentado, foi uma das escolhidas para participar de uma das Incumbências – missões para testar as habilidades da pessoa – da escola, e o líder dos Dragões, Krission Dul'Maojin, foi designado a ser o seu orientador.


Depois disso, toda a história começa. Daqui para a frente, leitores, se vocês não leram o início da série, sugiro que realmente parem a leitura. Mas, registro aqui o meu pedido de que leiam o livro, porque foi uma das séries de fantasia de que mais gostei. Prometo que tentarei ser o mais breve possível, para a resenha não ficar muito extensa.
No terceiro livro, a autora nos joga em situação muito complicada de suspense e ação. Já que vamos descobrir, e sofrer, junto com o Krission e a Garo, além dos seus amigos, sobre as novos desafios que eles enfrentarão.


Para convencer os almakins sobre um perigo iminente, eles decidem retornar ao instituto, com o objetivo de tomá-lo das mãos da líder da Capital do Fogo, Kronar, mãe do Krission. Mas, eles deram aos alunos a oportunidade de decidirem em qual lado ficariam. Quem não aderisse à revolução, poderia ir embora, mas sem poder retornar. Obviamente, isso gerou um caos na cidade, além de várias rebeliões.
Outra questão foi que a Garo se tornou a líder do grupo, e isso gerou uma revolta em alguns alunos do instituo, que a consideravam incapaz de assumir tal função.  


A história deste livro gira em torno das repostas que eles conseguem ao longo da trama e que pode influenciar nas decisões futuras. Além das descobertas dos novos guardiões de Almakia.
Mais uma vez a autora não me decepcionou. Amei cada pedacinho do livro. Queria um pouco mais de romance entre o Krission e a Garo. Mas, não me levem em consideração, afinal, meu peito sempre bate mais forte para muito romance.
Para quem não conhece a autora do livro, Lhaisa Andria, ela é catarinense de certidão e paranaense com orgulho. Nasceu em Xanxerê e cresceu em Foz do Iguaçu. Desde cedo se encantando com mundos fantásticos, não demorou em descobrir as fanfics e aprimorar suas formas de escrever nesse universo de possibilidades. Junto com amigas durante a escola, criou o grupo de escritoras LAP, ativo até hoje, onde produz materiais relacionados aos seus interesses. Licenciada em Letras, atualmente faz parte de ALEFI (Academia de Letras de Foz do Iguaçu).
Os 16 capítulos do livro foram narrados de forma linear cronológica e em terceira pessoa, pelo ponto de vista da Garo-lin. Porém, o livro é iniciado com um trecho narrado pelo Krission. Esse início me deixou com uma pulga atrás da orelha. Pois, acredito que seja um preâmbulo para a continuação do próximo livro. Achei a capa linda, ela ilustra bem o dragão do fogo, com toda a beleza que eu já imaginava que ele teria (rsrsrs).
A série é maravilhosa. Já estou ansiosa para ler o quarto livro (Domínio Almaki), que de acordo com o site da autora (clique aqui) está sendo escrito.
Aproveito para deixar, abaixo, um trecho desse site sobre a série:

“O primeiro livro da série trata da apresentação do mundo de Almakia e daqueles que compõem o cenário principal da trama, além das primeiras pistas de que eles representação uma revolução dentro desse mundo. Juntamente com Garo-lin, os leitores vão descobrindo aos poucos o que o verdadeiro sentido de ter um poder almaki esconde, e acompanham como as decisões dela mudam o significado do contexto em que ela está inserida. A premissa principal é de que não podemos mudar o mundo sem antes mudarmos a nós mesmos.”

Bibliografia de LHAISA ANDRIA (ordem cronológica):
 
Almakia - Instituto Dul Maojin
Fonte: Editora Lumus
Livros:

  • Almakia I – A vilashi e os Dragões - Lumus (2012)
  • Almakia II – Além dos Segredos - Lumus (2013)
  • Princess Vs Witch – Lumus (2015)
  • Canta comigo – Amazon (2015)
  • Almakia III – Instituto Dul'Maojin - Lumus (2016)



Leia Mais ►

29/08/2016

Brasiliana Steampunk - Suplemento Escolar

Olá, queridos leitores! Como estão? 

Hoje quero compartilhar com vocês uma novidade maravilhosa. Nosso parceiro Enéias Tavares revelou qual é o projeto que pretende levar para a Bienal do Livro de São Paulo (não, ainda não é o segundo volume da série, mas é tão empolgante quanto) Trata-se do Suplemento Escolar de Brasiliana Steampunk


Uma nova visão dos clássicos



Quem leu o livro do autor ou acompanha o trabalho dele e de seus parceiros nas redes sociais sabe que Enéias reinventa alguns personagens da nossa literatura clássica no Universo de Brasiliana Steampunk. Isaías Caminha, Simão Bacamarte, Doutor Benignus são alguns exemplos. E sabemos o quanto muitos potenciais leitores abandonam os livros (acreditem ou não, eu fui um caso) por conta de nossas escolas inserirem em nossas grades de ensino livros clássicos que estão muito além da capacidade de leitura da maioria dos estudantes. Antes que critiquem, é obvio que a literatura clássica deve ser ensinada, mas a forma como é repassada aos alunos é que tem de se adequar a nossa realidade. E assim como o RPG me fez voltar a ser um leitor voraz, acredito que esse suplemento terá o mesmo efeito de tentar trazer uma nova geração de pessoas de volta a literatura. Bom, já falei demais. Vocês devem estar se perguntando: O que é esse suplemento?


Do que se trata

Com artes de Karl Felippe, cores de Poliane Gicele, diagramação de Jessica Lang e texto de Enéias Tavares, este suplemento gratuito acompanha uma série de outras ações e conteúdos promovidos pela Universidade Federal de Santa Maria, o projeto de extensão Bestiário Criativo, a editora Casa da Palavra/LeYa e a Escola de Economia Criativa do Grupo Epic. Nele, além de ilustrações belas ilustrações, mapas e artes inéditas, você encontrará todas as referências literárias da série, além de descobrir atividades práticas para sala de aula, que motivarão seus alunos a redescobrir os mundos criados por Machado de Assis, Raul Pompeia, Lima Barreto e outros autores tão importantes à nossa cultura nacional. 

Obs: A Academia teve acesso ao suplemento e podemos dizer com toda propriedade o quanto está esplendido! Ficaram curiosos, né? Luciano Vellasco, este que vos escreve estará lá no lançamento! E por falar nele: 

Recorte de uma das páginas do suplemento. 

Lançamento

Anunciado recentemente na página do autor, o suplemento será lançado no dia 03 de Setembro, as 14h no stand da Leya. E no dia 7 de Setembro para o resto do Brasil em um evento online. O evento também inaugurará a seção educacional do site oficial da série, numa ação conjunta com o Conselho Steampunk e a Dot Web, onde serão disponibilizados um e-book sobre a dimensão transmídia da série, conteúdos inéditos para serem baixados e outras novidades. O evento pode ser encontrado neste link. Aproveitando a oportunidade, conheçam também a página "Bestiário Criativo" (em breve farei um post só sobre isso), cujo  principal objetivo é "organizar atividades que discutam economia criativa, aproximando profissionais, artistas, professores e estudantes tanto de Santa Maria como também de outras cidades do Brasil".



Nas palavras do autor

Será um chamado às armas para não apenas redescobrirmos quem somos enquanto brasileiros, como também a recriarmos a nossa cultura num presente que mais e mais precisa dela. Está sendo muito bom ver professores e alunos engajados e conversando sobre arte, cultura e memória nacional. Espero que este suplemento, que iremos lançar oficialmente na Bienal do Livro SP, no dia 3 de setembro, consiga comunicar o quanto a nossa cultura nacional pode ser bela, divertida, instigante e desafiadora.

Enéias Tavares


Quem ai está empolgado? Curtam, compartilhem e apoiem a ideia. Iniciativas como essa devem ser valorizadas, pois a nossa literatura precisa de homens e mulheres audaciosos e criativos para mudar o nosso cenário atual. E assim como eles estão nessa batalha, a Academia e outros blogueiros estamos na mesma linha de frente para levar a você, querido leitor, conteúdos de qualidade. Como sempre digo: nada disso é possível sem a ajuda de vocês ;)


Obs2: Não se esqueçam que o jogo "Cartas a Vapor" se encontra em financiamento coletivo! Mais informações neste post. Enéias Tavares é autor parceiro da Academia, para mais informações, temos muito conteúdo sobre o autor neste link.


Até a próxima ;)


Leia Mais ►

28/08/2016

Promoção: Você se entregaria nas mãos da morte?

Olá, queridos leitores da Academia! Como estão? Hoje trago para vocês mais uma promoção imperdível! Quem acompanha a Academia sabe que na Feira do Livro tivemos o prazer de conhecer a simpática e carismática FML Pepper. E é claro que não poderíamos deixar de tietá-la um pouquinho né? Quem ai conseguiu tirar fotos com as "temidas" mortes? Quem ai conseguiu um autógrafo de algum dos livros dela? Para os que não conseguiram, bem, esse post pode ser a solução do seu pequeno problema :)


É isso mesmo que vocês leram! Sorteio! E sim, ele vai até você autografado! Quer saber como participar?

[Regulamento]

- Curta e compartilhe em modo público (para os menores de dezesseis anos pode ser privado, mas é necessário nos avisar) a postagem que se encontra neste link;
- Siga o blog Brooke Bells e a Academia Literária DF pelo GFC;
- Curta as páginas no Facebook dos blogs Brooke Bells e Academia Literária DF;
- Siga o instagram dos blogs @brookebells e @academia_literaria;
- Se inscreva no canal do youtube do Brooke Bells;
- Siga a Academia Literária no twitter;
- Confirme sua participação no Sorteie.me;
- Válido só para o Brasil;


Atenção: Não nos responsabilizamos por extravio e quaisquer danos provocados pelos Correios.


Boa sorte, leitores! 


Leia Mais ►

27/08/2016

RESENHA - O ar que ele respira (Brittainy C. Cherry)

Brittainy C. Cherry
Ficha técnica:
Referência bibliográfica: CHERRY, Brittainy C. O ar que ele respira. 1ª edição. Rio de Janeiro, Record, 2016. Tradução: Meire Dias. 308 páginas.
Gênero: Romance, Drama
Temas: Vizinhos, acidente de carro, família
Categoria: Literatura Estrangeira; Literatura Americana
Ano de lançamento: 2015 nos Estados Unidos da América e 2016 no Brasil
Série: O ar que ele respira (Livro 1)

“Nenhuma alma gêmea deixa esse mundo sozinha. Ela sempre leva consigo um pedaço de sua outra metade.”
O ar que ele respira – Livro 1 (posição 155 – 3% – de 4.426 - E-book via Amazon)






Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.
Queridos leitores, a Elizabeth (Liz) ficou arrasada com a morte do seu marido, e a única forma que ela encontrou para seguir com a sua vida foi se dedicar, ainda mais, a sua filha de 5 anos, Emma. Após o acidente, a Liz decidiu passar um tempo com a mãe dela, Hannah. Só que a mãe dela, que também havia perdido o marido quando a Liz ainda era criança, se tornou uma vadia (palavras da Liz, não minha), e isso foi bem ruim para ela, pois a mãe sempre aparecia com um namorado diferente. Depois de a mãe apresentar o mais “novo” namorado, a Liz decidiu que era hora de retornar para sua casa e tentar reconstruir a sua vida. Porém, ela não contava que se depararia com um novo vizinho.
O Tristan, no início, foi muito grosseiro com ela. Na realidade não só com ela, mas com toda a vizinhança. Para falar a verdade, várias vezes me deu vontade de mandá-lo ir “catar coquinho”, por conta das grosseiras e chatices dele. Mas, acho que a Liz foi uma santa por, mesmo com tanta falta de educação, tentar se aproximar dele, mesmo que todos na cidade a aconselhassem a não se aproximar dele.
Os dois estavam em luto, só que cada um lidava com isso de uma forma diferente. O Tristan havia perdido a esposa e um filho. Isso o deixou devastado, tanto que não conseguia nem se relacionar mais com as pessoas, inclusive com os próprios pais. Com a chegada da Liz, ele teve que sair da sua “bolha” de solidão para começar a interagir com uma vizinha intrometida e sua filha.
O que achei legal no livro foi como o relacionamento deles se iniciou, e como, no decorrer da história, eles entraram em conflito com o sentimento que surgiu entre eles.
Uma das minhas personagens favoritas do livro foi a Emma.  Foi uma das crianças mais fofas que eu já conheci na literatura. A melhor amiga da Liz, Faye, também é uma figura com a sua forma de pensar. A autora desenvolveu bem os personagens secundários.
Gostei muito da leitura, mas confesso que esperava um pouco mais. Talvez porque eu tenha gostado muito do outro livro da autora, Sr. Daniels. Além disso, fiquei com algumas perguntas na minha cabeça sobre alguns pontos do acidente que envolveu o marido da Liz. Mas, não posso comentá-las aqui para não soltar nenhum spoiler. Contudo, recomendo a leitura, porque ela vai mexer com os seus sentimentos. Tanto é que me peguei lendo de madrugada, sem conseguir parar.
A autora do livro, Brittainy C. Cherry, é formada em artes cênicas, com especialização em escrita criativa pela Carroll University, em Wisconsin. Quando não está escrevendo, adora brincar com seus bichinhos de estimação. Ela mora com a família em Milwaukee, Wisconsin. Para saber mais sobre a autora, clique aqui.
Por fim, ressalto que o livro é narrado em primeira pessoa, pelo ponto de vista da Liz e do Tristan. Sendo que a narrativa é intercalada entre o passado, o que aconteceu no acidente que envolveu as famílias deles, e o presente. Possui 45 capítulos, além do prólogo e do epílogo.  Além disso, ele é o primeiro volume da série “Elementos”, composta por quatro livros, cada um envolvendo um elemento da natureza (ar, fogo, terra e água), sendo que com histórias e casais diferentes. O segundo livro será o elemento do “Fogo”, protagonizado pelo casal Logan e Alyssa, já lançado no exterior.
Bibliografia de BRITTAINY C. CHERRY (ordem cronológica):

O ar que ele respira
Copyright © Brittainy C. Cherry Books
Livros:

     Sr. Daniels – Record (2015)
     O Ar que ele respira – série Elementos – Record (2016)
     The Fire Between High & Lo - série Elementos – Não há previsão de lançamento no Brasil
     The Silent Waters - série Elementos – Não há previsão de lançamento no Brasil
     The Space in Between – Não há previsão de lançamento no Brasil
     Art & Soul – Não há previsão de lançamento no Brasil
     Our Totally, Ridiculous, Made-up Christmas Relationship – Não há previsão de lançamento no Brasil
Leia Mais ►