Tecnologia do Blogger.

21/02/2017

RESENHA - Deep (Kylie Scott)

Kylie Scott
Ficha técnica:
Referência bibliográfica: SCOTT, Kylie. Deep – série “Stage Dive”. 1ª edição. São Paulo, Universo dos Livros, 2017. Tradução: Cristina Calderini Tognelli. 320 páginas.
Gênero: Romance, New Adult, erótica
Temas: banda de rock, gravidez indesejada
Categoria: Literatura Estrangeira; Literatura Australiana
Ano de lançamento: 2014 na Austrália e 2017 no Brasil
Série: Lick (Livro 1), Play (Livro 2), Lead (Livro 3) e Deep (Livro 4)




“Mas, pensando bem, o amor mexe com o jeito como as pessoas veem as coisas.”
Deep – Livro 4. (pag. 259)




Queridos leitores, venho dar a triste notícia de que este é o último livro da nossa banda favorita (pelo menos, é a minha) – snif, snif, snif... Este é o quarto livro da série “Stage Dive”, lembrando que cada um conta a história de um integrante da banda.
Aqui vamos conhecer a história do Ben Nicholson, baixista da banda, e da Lizzi (Liz) Rollings, que é a irmã mais nova da Anne - esposa do Mal Ericson – e que teve a sua história contada no segundo livro desta série. A Liz apareceu nesse outro livro, e lá conseguimos ver que ela e o Ben tiveram uma química desde o momento em que se conheceram. Também conhecemos mais sobre a Anne pela perspectiva da Liz. Essa era bastante protetora com a irmã mais nova, pois, praticamente foi ela quem a criou.
Porém, o que eu não esperava é que o Mal tivesse ficado tão protetor com sua “irmã” mais nova, já que ele se casou com Anne. Ele ficou tão protetor com a garota, que foi até engraçado de ver ler como ele agia com ela, sério! Em alguns momentos me peguei rindo.
O livro começa com o prólogo em que autora nos apresenta o desespero da Liz quando ela descobre que está grávida do Ben. O que, para a infelicidade da garota, aconteceu sem que eles esperassem, afinal eles tiveram relação sexual em apenas uma noite, exatamente na noite do casamento da Anne com o Mal. Porém, apesar do Ben gostar da Liz, eles não “poderiam” ter nada, já que ele havia prometido ao Mal que não se envolveria com a cunhada dele. Até porque ele não queria ter nenhum relacionamento sério, apenas curtição. Admito, fiquei um pouco chateada com o Ben.
Após esse prólogo, a autora apresenta como se deu o início da história desses dois, desde o momento em que eles se conheceram até como eles lidaram com a notícia da gravidez, o que foi uma cena inusitada, haja vista que quem deu a notícia para o grupo de que a Liz estava grávida foi a namorada do Ben, em um jantar. Agora, pensem na reação de todos, quando a Liz confirmou que estava grávida e que o bebê era do Ben, sendo que ninguém nem desconfiava que eles tivessem tido alguma coisa.
 Leitores, gostei muito desse desfecho da série, principalmente, porque a autora nos permite ter um vislumbre dos outros personagens, principalmente do Jimmy e da Lena, que foram os meus favoritos. Admito que sofri junto com a Lizzi, por conta das preocupações dela no processo de gestação, e não pensem que foi fácil, pelo contrário. Ela e o Ben não ficam juntos assim que ela descobre a gravidez. Porém, não vou contar aqui para vocês como foi que eles lidaram, para não estragar a surpresa, até porque a Liz, antes de descobrir que estava grávida, nunca quisera ser mãe. Além disso, pudemos conhecer um pouco sobre a irmã dele, que causou problemas no primeiro livro, com o David e a Ev.
A autora do livro, Kylie Scott, é uma autora best-seller do USA Today e do The New York Times. Foi eleita escritora do ano em 2013 pela Australian Romance Writer’s Association e seus livros já foram traduzidos em vários idiomas. É fã de longa data de romances eróticos, rock and roll e filmes de terror lado B. Ela mora em Queensland, na Austrália, com o marido e seus dois filhos.
O livro possui 14 capítulos mais o prólogo e o epílogo. É narrado de forma linear cronológica pelo ponto de vista da Lizzi. Como foi o último da série, fico na expectativa da editora lançar alguma outra série que seja tão boa quanto esta foi. 

Onde comprar: Amazon | Submarino | Saraiva 


Deep

Bibliografia de Kylie Scott (ordem cronológica):
Livros:
     Lick  – Universo dos Livros (2015)
     Play  – Universo dos Livros (2015)
     Lead  – Universo dos Livros (2016)
     Deep  – Universo dos Livros (2017)
Leia Mais ►

20/02/2017

Horóscopo dos livros: Peixes

horóscopo
Fonte: https://pixabay.com/pt
Olá, leitores, como vão?

Sabiam que a partir de hoje (20/02) até o dia 20 de março o sol estará na casa de peixes? E vocês sabiam que ele é considerado o último signo do zodíaco?

Então, para não deixar passar um signo tão importante, que tal vermos o que o horóscopo reservou para ele hoje?

Caso queiram ler o que os astros disseram para os signos de gêmeoscâncerleãovirgemlibra, escorpiãosagitário, capricórnio e aquário, basta clicar nos respectivos links. ;)

Peixes (20 de fevereiro - 20 de março) - signo da Água

De acordo com o site Tão Feminino, descrevemos abaixo o perfil do signo de uma psciana:

É uma mulher apaixonante por natureza. Feminina, inquietante e sexy, tem um olhar inesquecível. Charmosa, com um ar de garotinha perdida, nasceu para o movimento. Peixes conhece a arte de enfeitiçar os pretendentes e deixá-los a seus pés!

Características da pessoa deste signo: Amáveis, carinhosas, românticas, melancólicas, sensível, sábia, imaginativa, espirituais...

Personagem feminina: Haven Antonelli, do livro “Sempre”, da autora J.M. Darhower.

Sinopse do livro:  Haven Antonelli e Carmine DeMarco cresceram em mundos completamente diferentes. Haven é uma adolescente de 17 anos que nunca conheceu a liberdade. Desde a infância, ela e sua mãe são escravas, vítimas de uma rede de tráfico humano. Carmine, nascido em uma família rica da máfia, viveu uma vida de privilégios e excessos. Agora, uma reviravolta do destino faz com que seus caminhos se cruzem. Apesar das diferenças aparentes, algo mais sutil os une. E da tênue amizade entre os dois floresce uma paixão inesperada e arrebatadora.

Breve avaliação da personagem: A Haven é o tipo de garota que não tem como você não se apaixonar por ela. Quando olhei a descrição deste signo foi a primeira personagem que veio em minha mente. Mesmo com todo o sofrimento que ela passou, em nenhum momento ela deixou de ver o lado bom das coisas ou de lutar pelo que queria.

Personagem masculino: Lucius Vladescu do livro “Como Se Livrar de Um Vampiro Apaixonado”, da autora Beth Fantaskey.

Sinopse do livro: Casar-se com um vampiro certamente não estava nos planos de Jessica Packwood para seu último ano escolar. Mas quando um novo aluno esquisitão (e muito gato) chamado Lucius Vladescu aparece do nada, dizendo que Jessica pertence à realeza vampírica e está prometida em casamento a ele, futuro líder do clã mais poderoso dos vampiros, ela é obrigada a rever seus conceitos. Se a garota ainda nem beijou na boca, como pode sequer pensar em um compromisso eterno? Armada com uma autoconfiança recém-adquirida, Jessica passa por uma transformação drástica de adolescente nerd americana para princesa vampira europeia nessa sátira cheia de reviravoltas e surpresas.

Breve avaliação da personagem: Leitores, pensem em um vampiro fofo, sim, é ele, Lucius Vladescu. Ele é aquele cara romântico (na medida certa), que vai fazer suspirar. Ele é sedutor e misterioso.



É isso. Até a próxima, queridos leitores!

Astróloga literária (rsrsrs) Gabi Crivellente
Leia Mais ►

18/02/2017

RESENHA - Lead (Kylie Scott)

Kylie Scott
Ficha técnica:
Referência bibliográfica: SCOTT, Kylie. Lead – série “Stage Dive”. 1ª edição. São Paulo, Universo dos Livros, 2016. Tradução: Francisco Sória. 368 páginas.
Gênero: Romance, New Adult, erótica
Temas: banda de rock, problemas familiares
Categoria: Literatura Estrangeira; Literatura Australiana
Ano de lançamento: 2014 na Austrália e 2016 no Brasil
Série: Lick (Livro 1), Play (Livro 2), Lead (Livro 3) e Deep (Livro 4)

“Às vezes as coisas que fazem menos sentido são as mais verdadeiras.”
Lead – Livro 3. (posição 1.988 - E-book via Amazon)








Leitores, parem tudo! Eu preciso comentar sobre este livro. Estou até agora pasma sem saber o que farei com a minha vida daqui pra frente (ok, estou um pouco dramática, admito). Acabei a leitura do livro e não podia deixar de escrever logo esta resenha. Certeza que este livro será um dos meus favoritos de 2017.
Este é o terceiro livro da série “Stage Dive”, sendo que cada livro conta a história de um integrante da banda. Apesar das histórias serem independentes, é interessante ler em sequências os livros.
Aqui vamos conhecer os melhores personagens da série (em minha opinião, claro!), a Lena Morrissey e o James Dylan (Jimmy) Ferris, irmão mais velho do David, guitarrista da famosa banda de rock Stage Dive, que tem sua história contada no primeiro livro. O Jimmy é o vocalista dessa banda. Porém, como ele estava em reabilitação, por conta de bebidas e drogas, precisava sempre de uma companhia para mantê-lo sóbrio. Os seus amigos da banda tentaram vários assistentes, porém, nenhum conseguiu permanecer muito tempo com ele. Afinal, o astro tinha um histórico bem ruim, de sempre ser mal educado com as pessoas.
A Lena era assistente do Adrian, agente da banda. Todavia, eles tiveram um desentendimento que culminou na demissão dela. Contudo, os integrantes da banda viram o que aconteceu, e o Mal, que era o baterista, viu a forma como a Lena lidou com o Adrian. Sendo assim, ele sugeriu que a moça fosse contratada, pois seria uma ótima assistente para o Jimmy.
Após isso, a Lena passou a trabalhar com ele. Como ela tinha que ficar sempre próxima do vocalista, era necessário que eles morassem na mesma casa. No início, eles brigavam muito. Confesso que eu adorei todas as discussões deles.
A Lena é aquela personagem que não leva desaforo pra casa e não é cheia de “mimimi”. É o tipo de pessoa que vai falar a verdade mesmo que machuque, mas ao mesmo tempo fará tudo o que puder para ajudar. Obviamente, o Jimmy se apaixonou por ela.
Já o Jimmy que, de acordo com a Lena, era rude e sem nenhum traquejo social, tinha muita dificuldade em expressar seus sentimentos e se relacionar com os outros. O vocalista sempre tentava mostrar o seu pior lado para as pessoas. Mas ao passo que a Lena o foi conhecendo, foi possível perceber a fachada de insegurança dele.
Ao longo da história, a Lena descobriu os problemas que causavam essa vontade de autodestruição que ele tinha. Já ele se apegou muito a ela, tanto que não podia nem cogitar a hipótese da moça se demitir. Apesar de ele ter criado uma dependência por ela, o Jimmy não a sufocava, como outros personagens que eu já conheci por aí. Não tem como você não se apaixonar pelo vocalista.
Vou parar esta resenha por aqui, apesar de querer falar muito mais. Porém, como sou uma boa menina, não quero dar spoiler para vocês. Apenas digo: leiam!
A autora do livro, Kyle Scott, é uma autora best-seller do USA Today e do The New York Times. Foi eleita escritora do ano em 2013 pela Australian Romance Writer’s Association e seus livros já foram traduzidos em vários idiomas. É fã de longa data de romances eróticos, rock and roll e filmes de terror. Ela mora em Queensland, na Austrália, com o marido e seus dois filhos.
O livro possui 19 capítulos mais o prólogo e o epílogo. É narrado de forma linear cronológica pelo ponto de vista da Lena. O próximo livro da série, Deep, contará a história do Ben, baixista da banda. Segundo a Lena, ele parecia um lenhador sensual com habilidades musicais. Então leitores, como não ficar ansiosa para conhecer esse outro personagem?
Esse próximo livro já foi lançado aqui no Brasil, e admito que não aguentei esperar e já comecei a lê-lo.



Onde comprar: Amazon | Submarino | Saraiva 





Bibliografia de Kylie Scott (ordem cronológica):


Livros: 
  • Lick – Universo dos Livros (2015)
  • Play – Universo dos Livros (2015)
  • Lead – Universo dos Livros (2016)
  • Deep – Universo dos Livros (2017)

Top Comentarista nº16: clique para participar
Leia Mais ►

17/02/2017

Clube do Livro - "Cilada Para Um Marquês"

Olá, queridos leitores! Hoje tem divulgação de evento! O Clube do Livro Autêntica 2017 está a todo vapor e neste mês de Fevereiro vamos discutir sobre a obra "Cilada Para Um Marquês". Quem ai já leu a obra?


O que é?

"Em fevereiro temos mais um encontro marcado na Livraria Cultura para um bate papo sobre o livro Cilada Para Um Marquês, publicado pela editora Gutenberg. Em parceria com o blog Nem um pouco épico e Academia literária, além da Livraria Cultura.

A entrada é gratuita!
Leia o livro e participe! 

Haverá sorteio de livros e a clássica Pergunta-chave sobre o livro, para um kit especial."

Quando?

Dia 25 de fevereiro (sábado), às 16h00

Onde? 

Livraria Cultura - Casa Park

Link do evento: aqui.


Mapa:



Vamos?

Top Comentarista nº15: clique para participar
Leia Mais ►

16/02/2017

Literatura por Mulheres (Autoras Convidadas)

Olá, queridos leitores da Academia! Nossa enquete terminou e já temos nossas três autoras escolhidas por voto popular! Foram dias de muita agitação nas redes sociais, com as autoras convocando seus leitores para votar. Ficamos muito contentes com toda essa movimentação e agora daremos inicio a fase três do nosso projeto. Mas antes, vamos saber quem são as três?



Autoras




Teca Machado



Wall Oliveira


Verônica Saiki

A enquete foi muito legal! Tivemos muitos votos, muita gente apoiando as autoras, muita interação, foi lindo de ver! 💗 Abaixo vocês podem conferir quantos votos cada autora recebeu: 

As três mais votadas foram as escolhidas

O Local


E hoje também divulgamos o local do nosso evento! Será no SESC Estação 504 Sul! Fechamos contrato hoje com o espaço (que é lindo e bem equipado). Agradecemos imensamente ao Marco, administrador do auditório que está apostando em nossos projetos literários! Estamos com planos de fazer muitos outros eventos lá. Vocês podem conferir o endereço no mapa abaixo. 




Dados Gerais

Evento: Literatura por Mulheres
Local: Sesc DF - Estação 504 Sul
Data: 11 de Março de 2017
Horário: 15h às 18h
Mediação: A divulgar
Autoras convidadas: Teca Machado, Verônica Saiki e Wall Oliveira
Link do Evento: aqui.
Organização: Academia Literária-DF, Leitora Sempre e Ponto Para Ler.
Apoio: Sesc, Editora Arqueiro
Patrocínio: 

Vem prestigiar a literatura nacional ;)



Top Comentarista nº14: clique para participar
Leia Mais ►

15/02/2017

Laís Rodrigues divulga nova edição de sua obra de estreia

Olá, queridos leitores!!! Tudo certinho? Hoje venho trazer a nova edição do livro da autora Laís Rodrigues, Primeiras Impressões. Agora produzido pela editora Pedrazul, a obra está de capa nova. Para saber mais, continue lendo. 


"Ai, socorro. Alguém segura meu coração! Uma releitura de Jane Austen."


Nessa nova edição o livro apresenta um Epílogo e ainda um teaser da próxima obra da autora. 

Sobre a obra:


Para a inteligente estudante de Literatura Lizzie Benevides, todos os homens são mentirosos de nascença ou de criação. Quando ela conhece o racional Frederick Darcy, confirma sua teoria. Para Darcy, a carioca sarcástica que fazia questão de colocá-lo em seu devido lugar sempre que podia era, no mínimo, desconcertante: quanto mais ele tentava ignorá-la, mais ele desejava sua companhia. De uma coisa ele tinha certeza: deixar o Brasil, pelo seu próprio bem e o de Charles, passou a ser sua prioridade. Quando um dos sócios das pousadas dos Benevides, o tedioso e pretensioso Collins, chega a Buzios, Lizzie não vê a hora de voltar correndo para Boston, onde conseguiu uma bolsa de estudos integral para um mestrado. Sua irmã Jane, que havia se envolvido com Charles Bing e se dado muito mal, estava em Nova Iorque tentando esquecê-lo.
Primeiras Impressões é uma deliciosa adaptação de Orgulho e Preconceito, numa releitura moderna dos personagens georgianos que há gerações encantam os leitores. Nesse delicioso romance contemporâneo, Lizzie Benevides, Frederick Darcy, Charles Bing, Jane, Charlotte, a arrogante senadora americana Catherine e até o vilão David Wickham e muito mais vão encantar você.


Sobre a autora:

Laís Rodrigues é uma advogada de 30 anos que lê desde criança. Ao contrário da maior parte dos autores, nunca havia sonhado em escrever. No entanto, depois que começou, apaixonou-se totalmente pela escrita, e, para a sorte do leitor, não consegue mais parar. Além de Primeiras Impressões, é dela também Do Outro Lado do Oceano, ambas adaptações contemporâneas de obras de Jane Austen, de quem é grande fã. Também é apreciadora da autora inglesa vitoriana Elizabeth Gaskell, principalmente de seu romance Norte e Sul, do qual já foi desafiada a escrever uma adaptação moderna, com uma Margaret Hale brasileira e a visita muito aguardada de Mr. Thornton ao Brasil. Ela também é autora de Heart of Fire, fantasia para jovens adultos que faz parte da série The Elements. Laís é baiana e mora no Rio de Janeiro com o marido e dois gatos.



Quem fica igual o Kermit nesse gif quando tem edição nova? "Socorro! Preciso compar!" "OMG, essa está mais legal!" "Senhor dai-me grana e força, força para resistir a tentação, ou melhor, não me dê grana." 😁

Viram que a capa está completamente renovada, né? Agora ela segue o padrão da editora Pedrazul, bem ao estilo de romance de época. Se estão por fora, confiram a resenha e a antiga capa apertando aqui. A autora já é grande conhecida aqui no blog, participou de diversos eventos, inclusive como mediadora. 

Essa nova edição está em pré-venda e em promoção! Cliquem aqui para detalhes.

Bom, é isso. Espero que tenham gostado de saber um pouco mais sobre a edição e sobre a própria história. Não deixem de deixar suas impressões aqui embaixo e de compartilhar com os outros leitores vorazes! 

Beijão!!! 😉💓


Top Comentarista nº13: clique para participar
Leia Mais ►

14/02/2017

RESENHA – Ligeiramente Pecaminosos – (Mary Balogh)

Os Bedwyns
Ficha técnica:
Referência bibliográfica: BALOGH, Mary. Ligeiramente Pecaminosos – série “Os Bedwyns”. 1ª edição. São Paulo, Arqueiro, 2016. 272 páginas. Tradução: Ana Rodrigues.
Gênero: Romance histórico
Temas: vingança, guerra
Categoria: Literatura Estrangeira; Literatura Canadense
Ano de lançamento: 2004 no Canadá e 2016 no Brasil
Série: Ligeiramente casados (Livro 1), Ligeiramente maliciosos (Livro 2), Ligeiramente escandalosos (Livro 3) e Ligeiramente seduzidos (Livro 4), Ligeiramente pecaminosos (Livro 5) e Ligeiramente perigosos (Livro 6)








“Nu eu nasci naquela outra vida de que não consigo me lembrar e nu nasci também nesta nova vida. Eu me pergunto se, quando nascemos a primeira vez, nos esquecemos de tudo o que aconteceu antes”.
Ligeiramente Pecaminosos – Livro 5. (pág. 54)

Queridos leitores, apesar das histórias da série “Os Bedwyns” serem independentes umas das outras, tendo em vista que cada livro conta a história de um irmão dessa família, este livro conta o que aconteceu com o Alleyne, terceiro irmão homem do duque de Bewcastle, na história do livro anterior, “Ligeiramente Seduzidos”.  Sendo assim, é interessante ler, pelo menos, o outro livro.
Acho que de todos os livros dessa série, este foi um dos que eu mais gostei. Em vários momentos eu me peguei sorrindo e suspirando.
Como o Alleyne embarcou na carreira de diplomata e foi transferido para Bruxelas por conta da iminente guerra, se comprometeu com o seu irmão a ficar de olho na sua irmã, Morgan, que também foi para acompanhar a família de uma amiga, com a intenção de ver de perto como seriam os preparativos de uma guerra.  
Quando a guerra estourou, o Alleyne, apesar de não entender nada de guerras, se ofereceu para levar uma carta para o duque de Wellington, que estava na frente de batalha. Ao voltar com a resposta do duque, ele foi atingido na perna. Por conta disso, o Bedwyn ficou instável sobre o seu cavalo e caiu. Por consequência, ele bateu a cabeça e desmaiou.
A Morgan, no outro livro, teve que retornar à Inglaterra para dar a triste notícia de que o irmão havia sido morto no campo de batalha.
Além disso, a mocinha desta história, Srta Rachel York, foi enganada pelo reverendo Nigel Crawley, que deu um golpe não só nela, mas também na sua antiga ama, Bridget Clover (que ela reencontrou em Bruxelas), e nas amigas da ama, Flossie Streat; Geraldine Ness e Phyllis Leavey.
A Rachel estava em Bruxelas como dama de companhia da Lady Flatley. Quando ela encontrou a Bridget, uma das pessoas que ela mais amou na vida, percebeu que algo estava diferente com a mulher. Foi aí que descobriu que a ama havia se tornado prostituta. Tanto a Bridget quanto suas amigas abriram um bordel, porém, elas tinham a intenção de juntar um bom dinheiro para abrirem uma pensão e largarem esse trabalho.
No início, a York estranhou, mas ao passo que foi conhecendo melhor as senhoras, a afeição por elas aumentou muito. Infelizmente, o Nigel deu um golpe em todas, e levou o dinheiro da Rachel e toda as economias que as senhoras haviam guardado ao longo dos anos. Sem ter para onde ir, a nossa mocinha ficou hospedada no bordel com elas.
Como todas queriam se vingar do homem, mas estavam sem nenhum tostão no bolso, resolveram que a única solução seria ir ao campo de batalha e tentar roubar dos mortos os objetos de valor deles.
Ao chegar lá, a Rachel ficou sem saber muito o que fazer, afinal, roubo era roubo, mesmo que fosse de um morto. Então, encontrou um homem nu, que a princípio achou que estivesse morto.  Contudo, ela percebeu que ele ainda tinha pulso. No entanto, estava bem próximo da morte.
Desta forma, com pena do homem, ela conseguiu que ele fosse atendido no centro médico da cidade. Entretanto, sem ter para onde levá-lo, a Rachel o acomodou no bordel junto com ela.
Ao longo dos dias, ele finalmente acordou, porém, percebeu que tinha perdido a memória e não sabia quem era.
Pensem na situação, leitores, você acorda machucado, sem lembrar nem seu nome e muito menos o motivo de estar ferido e, ainda por cima, acorda em um bordel. O que vocês fariam?
Leitores, vou parar a resenha por aqui, mas já adianto que a história é excelente. Tem muito romance e aventura. Em alguns momentos eu ri das tentativas das mulheres de recuperar os pertences roubados. Sabe quando você se apaixona por todos os pesagens, principalmente pelos secundários? Foi isso o que aconteceu comigo. Todos foram maravilhosos. A autora se superou nesta história.
A Mary Balogh nasceu e foi criada no País de Gales. Ainda jovem, se mudou para o Canadá, onde planejava passar dois anos trabalhando como professora. Porém ela se apaixonou, casou e criou raízes definitivas do outro lado do Atlântico. Sempre sonhou ser escritora e tinha certeza de que, no dia em que escrevesse um livro, ele seria ambientado na Inglaterra do Período da Regência. Quando sua filha mais nova tinha 6 anos, Mary finalmente encontrou tempo para se dedicar ao antigo sonho. Depois de três meses escrevendo na mesa da cozinha, a primeira versão de sua obra de estreia estava pronta. Publicada em 1985, deu a Mary o prêmio da Romantic Times de autora revelação na categoria Período da Regência. Em 1988, depois de vinte anos de magistério, ela passou a se dedicar apenas aos livros.
O livro possui 23 capítulos, e é narrado de forma linear cronológica. Ele foi escrito em primeira pessoa, com ponto de vista alternado entre o Alleyne e a Rachel, que nos permite ver diferentes pontos de vista dos personagens.
O próximo e último livro da série, “Ligeiramente Pecaminosos”, tem previsão para ser publicado em abril deste ano, pela editora Arqueiro.
Confesso que quero muito conhecer mais sobre o duque de Bewcastle, então, chega logo abril, por favor!

Ligeiramente Pecaminosos

Bibliografia da Mary Balogh (ordem cronológica):

Livros:
     Ligeiramente casados – Arqueiro (2014)
     Ligeiramente maliciosos – Arqueiro (2015)
     Ligeiramente escandalosos - Arqueiro (2015)
     Ligeiramente seduzidos – Arqueiro (2016)
     Ligeiramente pecaminosos – Arqueiro (2016)
     Ligeiramente perigosos – previsão para ser publicado em abril de 2017
     Um Verão Inesquecível – não publicado no Brasil
     Uma Noite de Amor – não publicado no Brasil
Top Comentarista nº12: clique para participar
Leia Mais ►